Os impactos do lockdown no setor de bares e restaurantes e suas possíveis soluções

Depois de quase um ano do primeiro lockdown sabemos que o setor de bares e restaurantes está entre os mais vulneráveis às medidas restritivas impostas pelos governos estaduais e municipais, junto com o setor de eventos e de casas noturnas. 

Além das restrições de lotação impostas pelas autoridades sanitárias, as quais exigem um espaço de 2 metros entre as mesas dos estabelecimentos, as frequentes medidas de restrição emergenciais de circulação de pessoas afetam os horários de atendimento e, muitas vezes, até mesmo impõe o total impedimento de atendimento presencial.

Nesse sentido, essas práticas preventivas emergenciais limitam a capacidade operacional dos bares e restaurantes e, consequentemente, implicam em uma queda na performance financeira dos estabelecimentos.

Além disso, não só os proprietários são afetados pelas restrições, mas também os trabalhadores. São necessários apenas alguns funcionários para trabalhar em uma operação sem clientes presenciais e, por isso, o desemprego no setor também acaba tendo um elevado crescimento.

Conforme o site da Tribuna, as restrições impostas pelo governo estadual do Paraná, além de ocasionarem um alto endividamento dos estabelecimentos, provocaram a falência de 40% dos bares, 30% dos restaurantes e 80% das empresas de eventos e, conjuntamente, a demissão de aproximadamente 90 mil funcionários formais e informais durante todo ano de 2020.

Os estabelecimentos que perduram preveem uma retomada somente em 2023, contudo, uma boa parte dos empresários já não conseguem mais gerar caixa o suficiente para manter uma performance financeira viável.

Apesar da alta vulnerabilidade do setor em relação ao momento atual e o evidente prejuízo para os bares e restaurantes do Paraná e de todo o Brasil, muitos estabelecimentos estão buscando novas oportunidades como uma forma de se adaptar ao novo ambiente criado pela pandemia. Essas oportunidades incluem a adaptação, e muitas vezes uma mudança completa nos modelos de negócios, de modo que este seja moldado para se adaptar às incertezas em relação às medidas restritivas impostas pelos estados e até mesmo em relação aos consumidores, os quais muitos deles, mesmo fora dos períodos de lockdown, preferem não consumir presencialmente nos estabelecimentos.

Nesse sentido, muitos empresários estão investindo em um sistema mais eficiente de delivery para se adaptar aos riscos de restrições e à redução de circulação de clientes. Conforme os dados do site Statista, só o Brasil representou 48,77% do mercado de delivery da América Latina em 2020., fato que mostra a oportunidade para os estabelecimentos transformarem sua operação. 

Com efeito, para um melhor resultado nesse novo contexto do setor, a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes sugere aos empresários que fujam das altas taxas cobradas pelas plataformas de entrega e façam promoções constantes para estimular o consumo. E é nesse horizonte que a GoDrink pode ajudar seu estabelecimento a se adaptar à nova realidade decorrente da pandemia.

Além de aumentar a visibilidade dos bares e restaurantes parceiros, a plataforma permite que todas as promoções sejam vistas junto às postagens dos usuários que estão localizados em um raio de 10 km dos estabelecimentos. Ademais, oferecemos aos nossos parceiros um aplicativo de delivery com uma mensalidade fixa e sem taxas abusivas de comissões sobre suas vendas.

Nesse cenário de incertezas, os empresários precisam buscar as melhores soluções para minimizar os prejuízos causados pela pandemia e se adaptar ao novo normal. 

Nascemos com a visão de empoderar o setor de bares e restaurantes e, em um cenário de crise, podemos ser a solução para o seu negócio!

Para mais dicas e soluções para o seu estabelecimento, não deixe de conferir nosso artigo no link abaixo e saiba como as tecnologias podem te ajudar.

0
    0
    Meu carrinho
    Seu carrinho está vazioRetornar para a loja